Corpo de Engenheiros da Marinha – O Guia Definitivo

Corpo de Engenheiros da Marinha

Corpo de engenheiros da Marinha

O concurso para o Corpo de Engenheiros da Marinha é um dos certames mais procurados por engenheiros do Brasil e constantemente recebo emails de várias pessoas tirando dúvidas sobre ele…

Concurso ABERTO (13/03/2019): estão abertas as inscrições para o concurso do Corpo de Engenheiros da Marinha (CP-CEM) em 2019!

Mais detalhes em um tópico abaixo.

Por isso, escrevi esse artigo completaço e constantemente atualizado para te ajudar a se tornar um engenheiro da Marinha no menor tempo possível. 🙂

Nesse artigo você vai descobrir:

  • Como ingressar no corpo de engenheiros da Marinha do Brasil;
  • Salários oferecidos;
  • Últimos concursos realizados;
  • Relação candidato/vaga dos últimos concursos da marinha (2017 e 2018);
  • Minha opinião sobre o Portal Engemarinha (material para o corpo de engenharia, arquitetura, provas objetivas, oficiais temporários e praças temporários);
  • Notas de corte por cargo;
  • Não tenho títulos, tenho chances? e
  • Local e data de realização das provas.

Possivelmente você sairá dessa página sem nenhuma dúvida sobre como se tornar o próximo Primeiro-Tenente. Preparado? Então vamos nessa…

Concurso Marinha 2019 – Datas, Vagas, Cargos e Mais

O período de inscrição para o concurso do corpo de engenharia da Marinha 2019 (CP-CEM 2019) inicia hoje (13/03) e vai até o dia 01/04/2019.

Você pode fazer a sua inscrição agora nesse link. O valor está em R$ 126,00 (que deve ser pago até 05/04, conforme edital).

Os cargos e vagas oferecidas  para o concurso Marinha 2019 são:

Marinha 2019 - cargos e vagas

Ainda nesse artigo vou te indicar o material de estudo que mais aprova engenheiros na Marinha de todo os Brasil. (100% do engenheiros civis aprovados em 2018, por exemplo)

Conforme edital, as datas da provas previstas pela Marinha são:

  1. Primeira fase: 2º quinzena de maio/19; e
  2. Segunda fase: 2º quinzena de julho/19.

A idade máxima para poder assumir um cargo é menos de 36 anos em 1º de janeiro de 2020.

Agora que você já sabe a data das provas não tem desculpa para não mandar brasa nos estudos! 😉

Como Ingressar no Corpo de Engenheiros da Marinha

concurso da marinha - como entrar

Como engenheiro, você tem a oportunidade de aderir ao Corpo de Engenheiros da Marinha do Brasil através de certames organizados pela Diretoria de Ensino da Marinha.

O processo passa pelas seguintes etapas:

Seleção inicial

  • Prova de conhecimentos profissionais: caráter eliminatório e classificatório;
  • Redação: caráter eliminatório e classificatório;
  • Tradução de texto: caráter eliminatório; e
  • Eventos complementares: inspeção de saúde, teste de aptidão física, verificação de dados biográficos e provas de títulos; ambos com caráter eliminatório (exceto provas de títulos, que é apenas classificatório) .

Curso de Formação de Oficiais

  • Período de adaptação: eliminatório;
  • Verificação de documentos: eliminatório;
  • Verificação de dados biográficos: eliminatório;
  • Avaliação psicológica: eliminatório; e
  • Curso de formação propriamente dito: caráter eliminatório e classificatório

Como consta no edital do concurso da Marinha 2019, a prova de conhecimentos profissionais é dividida em dois blocos: o primeiro conta com 20 questões objetivas mais redação, tendo uma duração de 4 horas.

O segundo bloco da prova da Marinha, realizado em um dia diferente, conta com a prova discursiva, que é subdividida em 10 questões, mais tradução de texto. A duração da prova é de 5 horas.

Somente serão convocados para a realização do segundo bloco os candidatos com as maiores notas na prova objetiva, limitado ao número de 10x o número de vagas previstas para cada cargo.

São eliminados os candidatos que:

  • Obtiverem um número de acertos inferior a 50% das questões na Prova Escrita Objetiva de Conhecimentos Profissionais (PO) e/ou na Prova Escrita Discursiva de Conhecimentos Profissionais (PD);
  • Numa escalda de 0 (zero) a 100 (cem) obtiverem nota inferior a 50 (cinquenta) pontos na Redação e/ou na Tradução de Texto; ou
  • Não tiveram sua Redação ou Tradução de Texto corrigidas, por estarem além do número previsto para correção.

As questões objetivas totalizam 20% da pontuação da prova de conhecimentos profissionais, enquanto as questões discursivas compreendem 80% da pontuação restante.

Isso significa dizer que para esse concurso não adianta apenas decorar (aliás, isso não é recomendação para qualquer certame), mas sim entender todo o conteúdo estudado, pois cada questão discursiva vale 8 pontos, ao passo que cada questão objetiva vale apenas 1.

Salários Oferecidos para o Corpo de Engenheiros da Marinha

Salários corpo de engenheiros da Marinha

Durante o curso de formação, que possui uma duração de 38 semanas, o recém-convocado será nomeado Guarda-Marinha e receberá uma remuneração em torno de R$ 7.000,00.

Concluído (e aprovado) o curso de formação o engenheiro da Marinha torna-se Primeiro-Tenente, que possui um salário em torno de R$ 11.000,00, considerando todos os benefícios.

Trabalhando como engenheiro da Marinha você pode progredir para Capitão-Tenente, Capitão de Corveta, Capitão de Fragata, Capitão de Mar e Guerra, Contra-Almirante e Vice-Almirante.

Últimos Concursos da Marinha Realizados

Felizmente, o concurso para o corpo de engenheiros da Marinha do Brasil é um excelente concurso para se estudar com antecedência, sem edital aberto…

Digo isso porque tem ocorrido com uma alta frequência e em geral nos mesmos meses, o que dá uma segurança a mais para quem vai começar a estudar.

Tivemos provas realizadas em 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2012, 2013, 2015, 2016, 2017, 2018 e já temos confirmado o concurso de 2019.

São praticamente 14 anos seguidos!

Além disso, tenho informações quentes que a Marinha tem demanda para continuar realizando concursos nos próximos 5 anos (2020, 2021 e 2022…).

Relação candidatos/vaga do concurso da marinha 2018

No concurso para o Corpo de Engenheiros da Marinha de 2018 temos as seguintes vagas ofertadas:

  • Arquitetura e Urbanismo: 2 vagas;
  • Engenharia Cartográfica: 3 vagas;
  • Engenharia Civil: 4 vagas;
  • Engenharia de Materiais: 2 vagas;
  • Engenharia de Produção: 4 vagas;
  • Engenharia de Sistemas de Computação: 5 vagas;
  • Engenharia de Telecomunicações: 3 vagas;
  • Engenharia Elétrica: 10 vagas;
  • Engenharia Eletrônica: 7 vagas;
  • Engenharia Mecânica: 9 vagas;
  • Engenharia Mecatrônica: 3 vagas;
  • Engenharia Naval: 5 vagas;
  • Engenharia Nuclear: 4 vagas; e
  • Engenharia Química: 3 vagas.

A concorrência (candidatos/vaga) divulgada para a primeira fase do concurso da Marinha 2018 foi:

  • Arquitetura e Urbanismo: 784 arquitetos inscritos,  392 candidatos/vaga;
  • Engenharia Cartográfica: 98 engenheiros inscritos,  33 candidatos/vaga;
  • Engenharia Civil: 1595 engenheiros inscritos, 399 candidatos/vaga;
  • Engenharia de Materiais: 157 engenheiros inscritos, 79 candidatos/vaga;
  • Engenharia de Produção: 701 engenheiros inscritos, 176 candidatos/vaga;
  • Engenharia de Sistemas de Computação: 135 engenheiros inscritos, 27 candidatos/vaga;
  • Engenharia de Telecomunicações: 101 engenheiros inscritos, 34 candidatos/vaga;
  • Engenharia Elétrica: 972 engenheiros inscritos, 98 candidatos/vaga;
  • Engenharia Eletrônica: 285 engenheiros inscritos, 41 candidatos/vaga;
  • Engenharia Mecânica: 1523 engenheiros inscritos, 170 candidatos/vaga;
  • Engenharia Mecatrônica: 249 engenheiros inscritos, 83 candidatos/vaga;
  • Engenharia Naval: 159 engenheiros inscritos, 32 candidatos/vaga;
  • Engenharia Nuclear: 11 engenheiros inscritos, 3 candidatos/vaga; e
  • Engenharia Química: 526 engenheiros inscritos, 176 candidatos/vaga.

Tivemos ao todo 7.296 inscritos em todos os cargos oferecidos.

Relação candidatos/vaga do concurso da marinha 2018 – Segunda Fase

A concorrência para a segunda fase da prova do corpo de engenheiros da Marinha (descontando eliminados e ausentes) ficou da seguinte forma (caiu vertiginosamente):

  • Arquitetura e Urbanismo: 181 candidatos/vaga (423 eliminados);
  • Engenharia Cartográfica: 6 candidatos/vaga (81 eliminados);
  • Engenharia Civil: 86 candidatos/vaga (1253 eliminados);
  • Engenharia de Materiais: 28 candidatos/vaga (102 eliminados);
  • Engenharia de Produção: 28 candidatos/vaga (590 eliminados);
  • Engenharia de Sistemas de Computação: 6 candidatos/vaga (107 eliminados);
  • Engenharia de Telecomunicações: 12 candidatos/vaga (67 eliminados);
  • Engenharia Elétrica: 36 candidatos/vaga (614 eliminados);
  • Engenharia Eletrônica: 20 candidatos/vaga (150 eliminados);
  • Engenharia Mecânica: 63 candidatos/vaga (962 eliminados);
  • Engenharia Mecatrônica: 33 candidatos/vaga (152 eliminados);
  • Engenharia Naval: 17 candidatos/vaga (74 eliminados);
  • Engenharia Nuclear: 6 candidatos para 4 vagas (5 eliminados); e
  • Engenharia Química: 67 candidatos/vaga (327 eliminados).

O número total de inscritos que permaneceram no páreo na segunda fase caiu de 7.296 para 2.119 para todos os cargos do concurso Marinha 2018.

Eu não acho que a concorrência seja uma informação de grannnde relevância para determinar se você deve ou não estudar para um concurso, mas de qualquer forma espero que essa redução considerável na relação candidatos/vaga sirva de estímulo para você dar um gás ainda maior nos estudos…

Relação candidatos/vaga do concurso da marinha 2017

No concurso da Marinha 2017 contamos com as seguintes oportunidades:

  • Arquitetura e Urbanismo: 2 vagas;
  • Engenharia Cartográfica: 3 vagas (sendo 1 para candidatos negros);
  • Engenharia Civil: 4 vagas (sendo 1 para candidatos negros);
  • Engenharia de Materiais: 2 vagas;
  • Engenharia de Produção: 4 vagas (sendo 1 para candidatos negros);
  • Engenharia de Sistemas de Computação: 5 vagas (sendo 1 para candidatos negros);
  • Engenharia de Telecomunicações: 2 vagas;
  • Engenharia Elétrica: 9 vagas (sendo 2 para candidatos negros);
  • Engenharia Eletrônica: 6 vagas (sendo 1 para candidatos negros);
  • Engenharia Mecânica: 12 vagas (sendo 2 para candidatos negros);
  • Engenharia Mecatrônica: 2 vagas;
  • Engenharia Naval: 8 vagas (sendo 2 para candidatos negros);
  • Engenharia Nuclear: 3 (sendo 1 para candidatos negros); e
  • Engenharia Química: 2 vagas.

Agora a concorrência (candidatos/vaga) para alguns cargos do corpo de engenharia da Marinha de 2017:

  • Engenheiro Civil: 1802 candidatos inscritos; 450 candidatos/vaga;
  • Engenharia de Materiais: 167 candidatos inscritos; 83 candidatos/vaga;
  • Engenharia de Produção: 920 candidatos inscritos; 230 candidatos/vaga;
  • Engenharia de Telecomunicações: 132 candidatos inscritos; 66 candidatos/vaga;
  • Engenharia Elétrica: 1045 candidatos inscritos; 116 candidatos/vaga;
  • Engenharia Mecânica: 1944 candidatos inscritos; 162 candidatos/vaga;
  • Engenharia Naval: 190 candidatos inscritos; 24 candidatos/vaga; e
  • Engenharia Química: 514 candidatos inscritos; 257 candidatos/vaga.

Relação candidatos/vaga do concurso da marinha 2017 – Segunda Fase

Após os resultados da primeira fase a concorrência ficou a seguinte (caiu bastante):

  • Engenheiro Civil: 65 candidatos/vaga;
  • Engenharia de Materiais: 22 candidatos/vaga;
  • Engenharia de Produção: 27 candidatos/vaga;
  • Engenharia de Telecomunicações: 21 candidatos/vaga;
  • Engenharia Elétrica: 35 candidatos/vaga;
  • Engenharia Mecânica: 52 candidatos/vaga;
  • Engenharia Naval: 15 candidatos/vaga; e
  • Engenharia Química: 65 candidatos/vaga.

Reforçando o que eu falei logo acima, se você já me acompanha a um tempo nem preciso te dizer que você não deve ser preocupar com a concorrência, e sim em ficar acima da nota de corte.

Afinal eu mesmo fui aprovado na Petrobras em menos de 3 meses disputando por apenas 8 vagas contra 5600 engenheiros civis do Brasil inteiro.

Um outro ponto importante de destacar é que o número de engenheiros que passaram para 2º fase do concurso da Marinha foi massivamente inferior ao número de inscritos…

No caso da engenharia civil, por exemplo, o número caiu de 1802 para 260 candidatos!

No caso da engenharia mecânica o número caiu de 1944 para 624 candidatos…

Por isso, estude bem para a primeira fase desse concurso porque a primeira prova é uma peneira das boas!

Até porque, ao menos no concurso do corpo de engenheiros da Marinha de 2018, a diferença entre as datas das provas da 1º e 2º fase é cerca de 2 meses…

Tempo mais que suficiente para você enfiar a cara nos estudos para as questões específicas!

Material de Estudo para o Concurso da Marinha

Material-Engemarinha-Lauro-Pilatti-Vale-a-Pena

Através do Engenheiro Concurseiro e do Método Concurseiro100 tive a felicidade de ajudar o Lauro Pilatti a ser aprovado no concurso da Marinha para o cargo de Engenheiro Eletrônico estudando menos de 2 meses.

Após ser aprovado o Lauro resolveu seguir o mesmo caminho que eu e acabou criando o Engemarinha, onde ele compartilha diversas dicas sobre como ser aprovado no corpo de engenheiros da Marinha.

Felizmente, o Lauro teve a ideia, a inteligência e a energia para criar o melhor material disponível em todo Brasil para quem tem como objetivo se tornar um engenheiro da Marinha mais rápido…

E quando eu falo que é o melhor material disponível do Brasil eu falo com toda segurança!

Afinal, veja a planilha abaixo e tire suas próprias conclusões:

Engemarinha é bom? Resultados 2018

  • 70% dos aprovados no concurso Marinha 2018!
  • 100% dos aprovados em engenharia civil;
  • 90% dos aprovados em engenharia elétrica;
  • 88% dos aprovados em engenharia mecânica; e
  • 75% dos aprovados em engenharia de produção.

Os resultados foram ainda melhores que o do concurso Marinha 2017, quando a portal Engemarinha contou com 22 dos 62 engenheiros aprovados.

E olha que em 2017 o portal engemarinha estava só começando e ainda era bem desconhecido entre os pretendentes à engenheiro da Marinha…

Bom, como eu recebo uma enxurrada de emails de gente perguntando se o Portal Engemarinha é bom, o que está incluído e se vale o investimento; criei um tópico logo abaixo passando todos os detalhes.

Caso queira ir direto para os cursos é só clicar nesse link e depois na imagem da sua engenharia: Cursos Engemarinha.

O Engemarinha É Bom? Como Funciona a Plataforma?

Os principais produtos dos cursos do Engemarinha são as provas resolvidas do corpo de engenheiros da Marinha, tanto as questões objetivas quanto as discursivas…

Entretanto há muito mais, como você verá abaixo.

Investindo em algum curso do Engemarinha você terá acesso a uma área de membros imediatamente após a confirmação de pagamento.

Nesse portal você terá acesso a nada menos que:

  • Resolução em vídeo de TODAS as questões objetivas (válido para todas engenharias) – são mais de 152 vídeo aulas;
  • Resoluções em PDF de TODAS questões discursivas da sua engenharia específica, resolvidas seguindo o padrão da banca da Marinha (a depender da sua engenharia são mais de 120 questões);
  • 12 simulados com resoluções para a prova objetiva;
  • 8 simulados com resoluções para a prova discursiva;
  • 2 redações corrigidas por mês;
  • Questões organizadas por assunto, para facilitar seu estudo;
  • Área para comentários e dúvidas;
  • 20 textos técnicos em inglês com tradução;
  • Planilha com referências bibliográficas para cada questão;
  • Banco de questões extras atualizados semanalmente;
  • Dicas para redação, indicação de possíveis temas e apresentação dos temas já cobrados;
  • Dicas para tradução de texto;
  • Dicas para o teste físico; e
  • Grupo secreto no Facebook somente para alunos Engemarinha.

Sinceramente, não conheço um material tão completo sobre o concurso do corpo de engenheiros da Marinha como esse…

As questões detalhadamente resolvidas, os simulados e a possibilidade de tirar dúvidas são, para mim, o diferencial imenso que faz as pessoas serem aprovadas após investir no Engemarinha.

Por falar em simulado, também recebo muitos emails de engenheiros perguntando como ele funciona, então vou esclarecer…

O Lauro criou diversas provas de 20 questões com a mesma “pegada” das provas da Marinha.

Os simulados são liberados gradativamente às sextas e às segundas as resoluções são disponibilizadas no portal Engemarinha.

Você pode tirar dúvidas sobre quaisquer questões dos simulados e também comparar sua pontuação com os demais engenheiros que estão no Engemarinha, pois o Lauro Pilatti alimenta uma planilha com o ranking dos candidatos.

Não preciso nem dizer que esses simulados são “o ouro” para os candidatos, porque só quem está no portal tem acesso e essas questão expandem seu leque de preparação quando você esgota todas as questões das provas anteriores…

Abaixo você pode conferir as engenharias que estão disponíveis no Portal Engemarinha:

O vídeo abaixo esclarece bem como funciona o Portal Engemarinha. Dá para você sentir o gostinho de como é estar dentro da plataforma…

A grande verdade é que os prováveis futuros aprovados estão nessa plataforma. Aconteceu em 2017, aconteceu em 2018 e vai acontecer novamente em 2019…

Por isso recomendo fortemente que você dê uma olhada se estiver levando a sério a ideia de se tornar um engenheiro da Marinha.

Como disse anteriormente, 70% dos engenheiros aprovados de 2018 estavam na plataforma Engemarinha.

Certamente será melhor do que qualquer apostilazinha que você encontrar por aí.

Nesse link você também consegue ver depoimentos de diversos aprovados que utilizaram o material do Engemarinha.

Ah, quase me esqueço de falar: o Lauro dá 7 dias de garantia incondicional para você ter seu dinheiro de volta caso você não fique satisfeito com o material do Engemarinha. Isso significa que você tem uma semana para utiliza-lo à vontade para ver como tudo funciona.

Notas de Corte por Cargo

A nota de corte é uma informação de extrema importância para te ajudar a se tornar um engenheiro da Marinha.

Embora essas notas possam variar de ano para ano, em geral uma média é mantida, então esse é um dado que podemos utilizar para saber se estamos indo bem ou não em nossos estudos.

Por isso, trago para você abaixo as notas de corte (NF) do corpo de engenheiros da Marinha e as menores notas dentre os aprovados para as provas objetivas (PO) e discursivas (PD), tudo referente ao concurso de 2017. A informação mais importante, claro, é a nota final (NF).

Só lembrando, a nota máxima da prova objetiva é 20 questões e da discursiva 80.

Então vamos às notas…

***Antes de continuar, faço questão de destacar que recebi as informações abaixo e também do tópico seguinte através da lista de email do Engemarinha. Para receber mais informações como essa sugiro que você também entre em sua lista de email (é gratuito) através desse link (ebook grátis entrevista com aprovados), desse (resolução completa e grátis da prova objetiva de 2016) ou desse (resolução completa e grátis da prova objetiva de 2016).

Resumindo as informações acima:

  • Nota de corte média NF (nota final): 46,19;
  • Nota de corte média PO (prova objetiva): 12,6; e
  • Nota de corte média PD (prova discursiva): 52,05.

Não Tenho Títulos, Tenho Chances?

Umas das maiores dúvidas dos engenheiros recém formados que pretendem prestar o concurso da Marinha é se é possível ser aprovado sem nenhum título.

Essa pergunta é pertinente porque nesse concurso há uma fase de prova de títulos, o que pode colocar algumas pessoas para dentro da lista de aprovados do corpo de engenheiros da Marinha e outras para fora.

Agora repare que eu utilizei a palavra “pode” no parágrafo anterior… Será que isso de fato acontece?

A resposta evidente é sim, entretanto a apresentação de títulos não tem se mostrado um fator preponderante para determinar se você vai ou não se tornar um engenheiro da Marinha. Acompanhe abaixo…

No concurso de 2017, por exemplo, apenas 11 dos 62 engenheiros aprovados na Marinha conseguiram suas vagas com o empurrãozinho da prova de títulos…

Isso representa menos de 18% do total.

Tem mais…

Em mais da metade dos cargos de engenharia as notas da prova de títulos não tiveram qualquer influência na classificação final do concurso da Marinha.

Dito isto, segue minha recomendação: não se preocupe com os títulos. Foque em estudar com afinco, estratégia e bons materiais que o resulta virá!

Local e Data de Realização das Provas

É muito importante saber o local de realização das provas do concurso. Assim você pode planejar sua passagem e hospedagem com bastante antecedência, caso ela não ocorra em sua cidade.

Para facilitar, já separei aqui as informações que você encontrará no edital do concurso do corpo de engenheiros da Marinha de 2019:

  • Rio de Janeiro/RJ;
  • Angra dos Reis/RJ;
  • Nova Friburgo/RJ;
  • São Pedro de Aldeia/RJ;
  • Vila Velha/ES;
  • Salvador/BA;
  • Natal/RN;
  • Olinda/PE;
  • Fortaleza/CE;
  • Belém/PA;
  • Amapá/AP;
  • Piauí/PI;
  • Santarém/PA;
  • São Luís/MA;
  • Rio Grande/RS;
  • Porto Alegre/RS;
  • Paranaguá/PR;
  • Florianópolis/SC;
  • Ladário/MS;
  • Brasília/DF;
  • Santos/SP;
  • São Paulo/SP; e
  • Manaus/AM.

Conclusão – Concurso da Marinha do Brasil

Chegamos ao fim desse post com todos os detalhes que você precisa para se preparar e se tornar um futuro engenheiro da Marinha.

Como dito antes, felizmente esse é um concurso que acontece com uma alta frequência e dá mais segurança para um concurseiro que vai começar a estudar sem edital aberto (o que é mais recomendável, por sinal).

Aqui você descobriu:

  • Informações sobre o concurso para o Corpo de Engenheiros da Marinha 2019;
  • Como funciona o concurso para ingressar no corpo de engenheiros da Marinha;
  • Os salários oferecidos;
  • Últimos concursos abertos;
  • Vagas oferecidas no último concurso (2018);
  • Material de estudo do Engemarinha (diversas provas resolvidas da Marinha);
  • Notas de corte por cargo e relações candidatos/vaga;
  • Sobre prova de títulos; e
  • Local de realização das provas.

Então é isso, qualquer dúvida é só acessar os links compartilhados nesse post para maiores detalhes. 🙂

Siga firme!