Os 7 Passos Que Segui Para Ser Aprovado no Concurso da Petrobras em Menos de 3 Meses

AprovadoNão há dúvidas que, mesmo com todos os escândalos recentes, a Petrobras é o sonho de consumo de grande parte dos jovens brasileiros.

Em se tratando de engenharia, é a empresa mais cobiçada do Brasil!

O ótimo salário, os benefícios incomparáveis (melhor plano de saúde do Brasil, auxílio escola, creche, benefício farmácia, universidade, plano de previdência…) e a alta possibilidade de crescimento profissional são, sem dúvida, fatores bastante atraentes que justificam essa preferência.

Constantemente recebo por email questionamentos sobre como fiz para me preparar para esse concurso e ser aprovado em tão pouco tempo.

Como a quantidade de correios que venho recebendo está cada vez maior e tornou-se inviável responder a todos, resolvi dar uma atualizada nesse artigo inserindo muito mais informações.

Obviamente não vou conseguir em um único artigo dissecar detalhadamente todos os passos que segui para conquistar minha aprovação neste curto período de tempo, é possível escrever um livro inteiro para isso (e foi o que eu fiz). Mas vou te passar um bom panorama do que você deve fazer se quiser alcançar os mesmo resultados.

Já te adianto que se você não é uma pessoa dedicada ou é do tipo sabe-tudo esse artigo não é para você…

Este post é para quem acredita e está disposto a seguir uma sequência que comprovadamente funciona.

Aplicando os 7 passos que você vai ver por aqui com seriedade é possível ser aprovado em qualquer concurso público.

Seja ele o da Petrobras, Caixa ou qualquer outro.

Além disso, não é necessário ser nenhum gênio ou ter sido um ótimo aluno na faculdade para que dê certo.

Você já deve ter lido pelo site ou pelos meus email que eu nunca fui um gênio e que colecionei matérias perdidas durante a faculdade.

Ainda assim, isso não me impediu de ser aprovado em 2 concursos cobiçados antes mesmo de estar formado.

Por isso garanto que esses passos funcionam até mesmo para quem se considera um concurseiro fraco.

Então, sem mais delongas, vamos aos passos!

Alguns deles podem até parecer bobos, mas estes são justamente os principais, como este que indico abaixo…

#1 Se empolgue com o concursoconcurseira empolgada

Acertei? Parece besteira, não é?

Pois é, mas essa etapa é uma das mais importantes. É assim que você deve se sentir com relação ao concurso que você vai fazer. Este é o primeiro passo!

Fico surpreendido como a maioria das pessoas ignora os aspectos mentais de uma preparação para concursos públicos, justamente o ponto que considero mais importante.

Perceba como muitas vezes você pergunta para um colega (ou é perguntado) sobre um concurso e o mesmo responde…

“É…vamos ver…estou estudando para ver no que dá”

Essa mensagem não passa nenhuma confiança para quem está perguntando e nem para quem está respondendo.

No seu subconsciente fica o desânimo, a mensagem que esse desafio não é para você.

Consequentemente a sua mente não funciona a todo vapor para conquistar sua missão. Você não ativa o seu estado de motivação máxima, que é essencial para uma aprovação.

Por isso, quando você for questionado ou se questionar sobre o seu certame tenha uma resposta segura e animada. Não tenha vergonha em falar que você está empolgado e que está se preparando com afinco.

Não há mal algum nisso.

Esse comportamento passa a mensagem correta para seu subconsciente e faz com que você não pratique a autossabotagem sem nem perceber.

Uma observação: muitas vezes as pessoas se comportam dessa forma (negativamente sobre o concurso) por medo de gerar comentários de terceiros caso não seja aprovado.

Comentários como “ah..Joãozinho se preparou tanto e passou longe..que burro! hahaha”

Isso é uma grande besteira. Você não deve se preocupar com os outros, mas apenas em fazer tudo que é possível para melhorar seu próprio desempenho.

É bem provável que autores desses tipos de comentários nem se quer esteja tentando ou fiquem lá atrás na classificação.

Lembro-me como hoje quando um grande amigo cmeu me disse que o concurso da Petrobras havia sido aberto…

Eu fiquei tão empolgado que até parecia que eu já havia sido aprovado. Minha motivação para os estudos elevou-se consideravelmente e comecei a render muito mais.

Aliás, se possível, sempre estude com sua energia interior em alta. Você vai ver como você vai obter resultados expressivamente melhores melhores. Isso é comprovado.

A energia que traz a empolgação te dá forçar para estudar aquelas horas a mais, para recusar alguns convites para sair e para fazer a tarefa parecer muito menos entediante. Isso te ajuda incrivelmente a manter o foco no seu desafio!

Não comece a estudar para um concurso com a mentalidade de “é…vamos ver no que vai dar…”. Isso é pensamento de quem já está derrotado.

Serei enfático para deixar bem claro, já que a maioria das pessoas não dão o devido valor a este ponto: se você não estiver empolgado com seu concurso você não vai passar!

#2 Leia o edital e resolva provas anterioresEdital

Leia o edital. Esta é uma dica óbvia, mas muita gente se passa nesse detalhe e acaba deixando aprovações escapar pelos mãos.

Compare os assuntos que vão ser cobrados pela banca com o que foi cobrado nos certames anteriores para garantir que você não resolva questões de assuntos que não vão cair.

Feito isso, resolva todas as provas anteriores do seu concurso para saber o que é cobrado em mais quantidade e para pegar o jeito da prova e da banca. Esse é uma tarefa importantíssima.

Não estranhe, é isso mesmo: você deve resolver as provas antes mesmo de começar a estudar, independentemente do seu conhecimento prévio.

Agora atenção… vou reforçar um ponto: como eu disse, pegar o jeito da banca e da prova é uma das tarefas mais importantes que você tem a fazer. Ela é responsável por uma diferença brutal nos seus resultados em concursos públicos…

Você até pode utilizar provas de certames diferentes do qual você está estudando.

No entanto, um concurseiro que está super preparado para uma prova da FGV, por exemplo, pode se sair muito mal em uma prova da FCC, Cesgranrio ou Cespe. Isso porque cada banca tem sua maneira de cobrar os assuntos. Além disso, cada certame possui suas especificidades…

É provável que um concurso da INFRAERO, por exemplo, exija de um engenheiro civil muito mais conhecimento em pavimentação do que em sistemas de abastecimento de água.

Sendo assim, cuidado ao resolver provas de outras bancas ou outros concursos.

Eu não recomendo que você o faça caso você tenha pouco tempo para estudar até a prova.

Utilize esses materiais somente quando você estiver dominando a sua prova e sua banca.

#3 Priorize seu estudo

priorizarVocê vai saber exatamente quais, como e com que frequência são cobrados os assuntos da sua prova ao aplicar o passo anterior. Agora, obviamente, você vai dedicar mais do seu tempo a aqueles conteúdos que vão te gerar mais resultados.

Essa é a fase do planejamento.

Não estude por afinidade, mas sim por prioridade.

Sei que muitos concurseiros possuem grande dificuldade quanto a saber o que estudar no dia.

Você já passou por essa situação?

Você até tem tempo, disposição…mas se sente meio largado, sem saber que caminho seguir, que matéria estudar…

E acaba que no final do dia acaba não pegando nada, fica com peso na consciência e desestimulado.

É pra isso que esse passo serve. Para acabar com esse problema.

Uma excelente maneira de priorizar de forma inteligente é criando uma planilha de estudos.

Faça uma programação com metas de quando você deve terminar certos assuntos para guiar sua preparação. A sua aprovação vai depender de quão eficaz for essa etapa.

De nada adianta estudar por horas, dias e semanas com afinco, mas seguindo a direção errada.

Entenda que um trabalho não se torna importante apenas porque você está gastando bastante tempo com ele.

No Método Concurseiro100 falo muito sobre como você vai aplicar o Princípio de Pareto para “gastar” mais do seu tempo nos 20% que vão gerar 80% dos resultados.

Por isso, dedique-se um pouco ao seu planejamento para evitar perda de tempo, dinheiro e energia, que são seus principais insumos durante a preparação para um concurso público.

Não deixe os conteúdos mais importantes para o final. Eles devem ser vistos logo no começo para que você consiga fazer o maior número possível de exercícios e revisões sobre eles, além de ter tempo para esclarecer quaisquer dúvidas que surgirem durante seu estudo em tempo hábil.

Tenha em mente que os conteúdos da prova descritos no edital não são cobrados na mesma proporção. Sempre vai haver dois ou mais conteúdos que serão responsáveis por mais da metade de sua pontuação.

É seu papel identificar e priorizar.

#4 Estude para valer!concurseiro focado

Nenhuma novidade, não é?

Dê o gás, estude para valer, faca na caveira!

Se você quer ser aprovado em um concurso você tem que pagar o preço da aprovação, e o custo disso é o seu tempo, a sua dedicação, a sua energia. Você vai precisar abdicar de alguns prazeres, de algumas futilidades e também vai necessitar da compreensão de quem está a sua volta.

O passo #4 envolve tudo aquilo que faz parte do processo de estudo: aprender, revisar, resolver exercícios e elaborar sínteses.

Você deve passar por todas essas etapas e também fazer isso em demasia se quiser ser aprovado.

Especificamente no concurso da Petrobras (que na maioria das vezes utiliza a Cesgranrio como banca) são cobradas muitas normas, então se prepare para ler várias delas, sem dó e nem piedade. Na maioria das vezes seu material da universidade não vai servir (isso pode variar de cargo para cargo).

Um ponto que considero positivo nesse concurso é que os blocos de questões básicas (português e inglês) servem apenas como critério de eliminação e desempate. O que conta mesmo para pontuar são as matérias específicas (que é o que mais importa no final das contas), que são aquelas direcionadas para sua formação.

Isso é muito bom, pois, embora também seja muito importante, não entra na minha cabeça que inglês tenha tanto valor quanto engenharia para o desempenho de suas funções dentro da companhia.

Além disso, não são cobradas questões de direito. Outro ponto positivo, pois não aprendemos isso na universidade.

PS: tenho recebido constantemente emails de pessoas me perguntando qual material utilizei para estudar para o concurso da Petrobras, para atender aos inúmeros pedidos resolvi falar sobre isso nesse artigo.

Para te ajudar ainda mais nessa etapa, vou listar uma série de dicas que vão te auxiliar a fazer isso com muito mais eficácia. Eu diria que isso é um pequeno aperitivo do que eu ensino profundamente passo a passo no Método Concurseiro100.

Seguindo-as você vai desenvolver mais disposição, produtividade e capacidade de memorização nos estudos.

Vamos lá…

  • Criando um ambiente de estudo ideal

Certifique-se que seu ambiente de estudo está limpo, organizado, bem iluminado e silencioso.

Deixe tudo aquilo que é necessário para seu estudo por perto e retire tudo aquilo que tem grande potencial de te distrair, como o seu celular, por exemplo.

Utilize sua preguiça a seu favor e o deixe em um local onde você tenha que se levantar para pegar, além de manter no modo silencioso. Dessa forma você não ativa seus gatilhos de distração.

Multi-tarefa não existe. Por isso se concentre apenas no seu estudo.

Como dito, um ambiente silencioso é muito importante, mas há um artifício muito interessante que pode ser ainda melhor que o silêncio…

Diversos estudos apontam que ouvir música instrumental, principalmente quando se trata de música clássica barroca, pode melhorar significativamente sua performance durante o estudo , e isso acontece por algumas razões.

Primeiramente, músicas faladas causam desconcentração, pois o seu cérebro faz com que você tente ouvir e interpretar o que está sendo dito na canção, dividindo sua atenção com o assunto estudado.

Em segundo lugar, a música instrumental reduz a monotonia e te coloca em estado ativo com relação ao estudo.

Um estudo publicado no jornal Learning and Individual Differences, realizado por uma universidade francesa, chegou à conclusão que os estudantes que estiveram expostos à música clássica barroca durante 1 hora apresentaram mais motivação, foco nos estudos e melhor resultado em um teste de múltipla escolha quando comparados com grupos de estudantes similares que estudaram sem ouvir qualquer música.

Por fim, caso você esteja estudando em um ambiente que não seja idealmente silencioso, a música clássica barroca pode “ocupar” seus ouvidos com um som mais benéfico para seus estudos.

Caso você queira ler mais a respeito dos benefícios da música clássica barroca aos estudos você pode clicar aqui, aqui e aqui.

A minha recomendação de compositor é o Bach, você pode escutar suas canções facilmente no youtube. Para isso basta buscar por The Best of Bach, colocar os fones de ouvido e mandar bala nos estudos.

Ah, caso você simplesmente não consiga estudar ouvindo qualquer som aqui vai uma boa notícia…

Você pode deixar o volume praticamente no mínimo. As ondas sonoras já são suficientes para causar uma melhoria no seu desempenho.

  • Como estudar de forma estruturada

Sempre deixe bem claro quais são suas metas, seus objetivos, ao estudar.

Estabelecer o que você deve sair sabendo após uma sessão de estudo vai te ajudar expressivamente a alcançar esse objetivo.

Por isso, coloque em prática seus planos de estudo levando em consideração a priorização, conforme você já aprendeu no passo #3.

Você deve planejar, no mínimo, com um dia de antecedência o que você vai estudar no dia posterior. Isso evita uma perda de tempo enorme tentando decidir o que vai ser feito na hora.

Durante o estudo, participe ativamente na sua leitura.

Tome notas, faça questionamentos a si mesmo e verbalize as respostas.

Utilize um método de estudo eficaz, que realmente traz resultados.

Não conclua o aprendizado de algum conteúdo sem realizar exercícios e sem elaborar sínteses (resumos, gravações, mapas mentais, palavras destacadas…) para utilizar em revisões futuras.

As sínteses fazem com que você transcreva a sua visão sobre o que foi aprendido, utiliza as suas palavras. Isso evita a decoreba pura e auxilia no aprendizado.

  • Seja produtivo com seus estudos

Sempre estude quando você tiver a oportunidade. Mesmo que seja por apenas 20 minutos.

Para fazer melhor uso desses períodos curtos você pode utilizar suas sínteses (resumos, mapas mentais,…).

Uma síntese bem feita é repleta de gatilhos que são capazes de resgatar diversas informações estudadas com apenas algumas palavras.

Flashcards também é uma excelente ferramenta, se não a melhor, para utilizar em períodos muito curtos de estudo.

Outro ponto muito importante é descobrir o seu horário ótimo. Em que parte do dia você rende mais?

Logo pela manhã?

Depois do cochilo do almoço?

Após a janta?

É extremamente importante que você descubra e reserve grandes blocos de estudo para esses horários. Dessa forma você faz menos intervalos e consegue produzir muito mais.

No meu caso o horário ótimo era de madrugada.

Após descobrir isso eu planejava todo meu dia de forma que eu ficasse acordado a madrugada inteira!

Eu percebi que quando eu começava a estudar às 20 horas, lá pelas 22:30 eu já estava morto de sono e dormia.

Como, dessa forma, eu acabava perdendo o meu horário de melhor rendimento passei a programar um alarme para às 23 horas.

Sendo assim passei a dormir logo às 21:30, 22:00; acordava às 23 (ou seja, tirava um cochilo) e mandava bala nos estudos até às 06:00 (com intervalos, claro), que é quando eu tomava café da manhã com meu pai…

Ele para ir trabalhar e eu para dormir.

Sei que tem muita gente por aí que não recomenda trocar a noite pelo dia, mas comigo funcionou muito bem.

De qualquer forma, a mensagem principal aqui é que você deve descobrir o seu horário ótimo, o de melhor rendimento, e se planejar de forma que você o aproveite ao máximo.

Outra dica muito boa para você aumentar sua produtividade é reservar os horários que você se sente mais desestimulado para estudar aqueles assuntos mais leves ou que você gosta mais.

É muito mais fácil arranjar energia para estudá-los nesse caso do que quando você necessita aprender ou revisar um assunto maçante.

Por fim, uma última arma que você pode adicionar ao seu repertório de preparação para ser mais produtivo é a leitura acelerada. Ela traz um série de benefícios que eu discuto mais profundamente nesse artigo – A Verdade Sobre Leitura Dinâmica E Concursos Públicos, Funciona? [Testado].

  • Como se manter sempre motivado

Há duas formas que eu considero como as principais para sempre se manter motivado.

A primeira é: sempre lembre-se do porquê de você estar nessa.

Por que você está abdicando de tanto para conquistar seu sonho de ser um concursado?

O que te atrai numa condição de concursado?

Qual é o seu propósito para isso tudo?

Responder a essas perguntas é de extrema importância.

Seu propósito é único, individual.

Para uma pessoa pode ser a oportunidade de dar aos filhos uma vida muito melhor, mais estável, do que ela mesma teve durante sua juventude.

Para outra pode ser o reconhecimento, trabalhar com sucesso em um cargo que sempre desejou, fazendo aquilo que ama aliando isso a um bom salário.

Para uma terceira pessoa o que a motiva é a possibilidade de ter mais tempo livre para sua família. Ela está cansada de chegar todo dia às 22 horas e ver que seus filhos já estão dormindo. Ela quer estar mais presente, mais disposta, mais família.

Muito embora várias pessoas possam ter as mesmas razões, o que elas sentem em seu íntimo é pessoal. Por isso seu propósito é único.

Identifique-o e lembre-se dele sempre que a desmotivação bater.

Casos você desista, é disso tudo (que seu propósito compreende) que você está abrindo mão. Você certamente não merece isso.

A segunda forma mais eficaz de se manter motivado é: medir o seu avanço.

Isso é óbvio, mas muitos concurseiros ficam na teoria, teoria, teoria…mas nunca partem para prática para ver sua evolução, sua melhoria.

Sempre faça exercícios após o estudo e vibre com as questões acertadas.

Faça simulados e veja como você está acertando cada vez mais questões.

Recite suas sínteses sem ler e perceba como você está conseguindo se lembrar de tudo.

Sem um parâmetro, sem se testar, sem ver como você está se saindo; posso lhe dizer que a falta de motivação vai aparecer rapidamente, porque você vai ter a sensação que nada mudou desde o começo da maratona de estudos

Muitos concurseiros morrem de medo de partir para a prática, mas é muito melhor o fazer durante a preparação do que quebrar a cara na hora da verdade.

Seguindo apenas essas duas dicas você vai melhorar brutalmente sua motivação durante a preparação para concursos.

Além delas, há algumas dicas adicionais:

  • Faça pausas durante o estudo: mesmo que queira continuar, descanse 10 minutos de tempo em tempo. Estudando sem parar você vai acabar enchendo o saco rapidamente e estudando menos horas do que estudaria com as pausas;
  • Monte grupos de estudos para os horários improdutivos: é muito difícil estudar em um domingo a noite ouvindo a musiquinha do fantástico ao fundo, mas ao chamar um amigo (que esteja no mesmo ritmo que o seu) você cria um comprometimento. Fica mais fácil aproveitar esse horário porque, além de tudo, você não está perdendo seu domingo sozinho;
  • Não perca a cabeça por causa de um assunto: se você está tentando de todas as formas aprender um assunto mas não consegue de forma alguma, não deixe que isso te desmotive. Busque ajuda, procure novas fontes, fale com professores…Muitas vezes esse caminho faz com que você encontre a solução muito mais rapidamente do que perder dias e mais dias quebrando a cabeça;
  • Siga o importante passo #6.

 #5 Repita a resolução de exercícios e provas anterioresProva Antiga

Se você quer ser aprovado em um concurso você tem que resolver exercícios exaustivamente. Melhor ainda se você possuir várias provas anteriores do seu concurso.

Para resolver questões de várias bancas, conteúdos e cargos eu recomendo fortemente o Questão de Concursos.  É possível resolver questões gratuitamente ou também pagar (muito barato) por um cadastro com muito mais recursos.

Caso você já tenha resolvido todas as provas anteriores do seu certame saiba que não tem problema em repetir. Se ainda não resolveu, não deixe de fazê-lo, mesmo que você ainda não tenha estudado todos os assuntos. Dessa forma você já começa a assimilar boa parte dos conteúdos que ainda nem foram vistos.

A repetição ajuda na retenção, a resolução de exercícios ajuda na estruturação das suas ideias, na consolidação do aprendizado.

Além disso, lembre-se que pegar o jeito da prova e da banca é uma das missões mais importantes que você tem pela frente.

Enquanto estudava para o concurso da Petrobras eu já imaginava boa parte do que ia cair porque sentia que conhecia bem a prova. Às vezes eu estava lendo algum material e pensava “isso tem a cara da minha prova, vou destacar!”.

Tenho certeza que esse feeling foi essencial para eu conseguir uma aprovação tão rápida nesse concurso concorrido.

É consenso geral entre todos aprovados em concursos públicos que a resolução de exercícios é uma peça chave para ter sucesso em certames.

 #6 Mantenha a positividade em altapensamento positivo

Inúmeras pessoas de sucesso ao redor do mundo utilizam o poder da crença positiva a seu favor. Ela funciona para qualquer área da vida, seja concursos públicos ou qualquer outra.

Existem, inclusive, vários bestsellers escritos em várias línguas que deixam claro o poder desta ação. São alguns exemplos: Poder Sem Limites (Anthony Robbins), A Mágica de Pensar Grande (David Schwartz), O Segredo (Rhonda Byrne), Bíblia Sagrada, O Poder do Subconsciente (Joseph Murphy) e por aí vai…

Muitos podem não acreditar nessas coisas. Nós engenheiros, inclusive, tendemos a ser muito exatos e frios em certos pontos. Mas como estou explicando aqui como eu conseguir ser aprovado no concurso da Petrobras não podia deixar esse passo de fora. 🙂

Até porque o considero um dos mais importantes!

Utilizei a palavra “mantenha” no texto desse subtítulo porque já te orientei a se empolgar com o seu concurso no primeiro passo deste artigo. Você não pode deixar essa energia diminuir ao longo da sua preparação, até porque isso vai tornar seu caminho muito mais estressante.

Você precisa entender que essa dica é muito importante.

Enquanto você estuda, no dia a dia, antes de dormir, ao acordar, a todo instante pense positivamente em seus resultados no concurso que você vai fazer. Pense que tudo vai dar certo e também faça por onde. Há algo de mágico nisso (e essa não é apenas uma opinião particular, várias personalidades acreditam no mesmo).

A aprovação é consequência.

#7 Entre pra prova com espírito de campeãoespírito de campeão

Muita, mas muita, gente deixa a sua aprovação escapar na hora da prova.

A pessoa estava bem preparada até o dia anterior, mas ao chegar ao local da prova começa a ficar nervosa, não suporta a auto cobrança e surta quando não sabe a resposta da primeira questão.

Parece até que o mundo está apoiado nas suas costas (geralmente isso acontece com quem se dedicou, é claro)!

No dia D você tem que entrar com espírito de campeão, de quem vai testar a banca, de quem vai dominar a prova!

Tire a arma da sua cabeça. Ninguém o esta obrigando a fazer esta prova. Não se cobre em demasia.

Você fez a sua parte, agora é o momento de mostrar a que veio com tranquilidade, positividade e inteligência.

Se não souber uma questão, pule. Se estiver ficando nervoso, feche os olhos e respire bem calmamente. Se souber uma série de questões, vibre internamente!

O momento da prova tem seu peso, isso é inegável, mas o grande segredo é reduzi-lo ao máximo e deixar aflorar todo seu potencial.

Conclusão – Como passei no concurso da Petrobrascomo estudar para o concurso da Petrobras

Tentei resumir de forma sucinta os passos que segui durante minha preparação para o concurso da Petrobras, ainda assim o artigo está ficou com mais de 4000 palavras!

Você pode até optar por não colocar todos eles em prática, mas estes foram realmente os passos que segui e acredito que cada um teve grande importância em meus resultados.

Não seguindo qualquer um deles você terá grande prejuízo.

O concurso da Petrobras não é fácil. Definitivamente. Mas também está longe de ser impossível.

Siga tudo que escrevi aqui que não tenho dúvidas que seu desempenho melhorará consideravelmente.

Em resumo:

#1 Se empolgue com o concurso – antes de começar você deve ficar feliz pela oportunidade;

#2 Leia o edital e resolva provas anteriores – crucial para não estudar assuntos desnecessários e conhecer bem o que é cobrado em sua prova;

#3 Priorize seu estudo – programe seus estudos privilegiando o que é mais importante para sua prova, um passo óbvio, mas ignorado por muitos concurseiros;

#4 Estude para valer! – dispensa comentários, estude para valer ou perca para a concorrência;

#5 Repita a resolução de provas anteriores – a melhor maneira de revisar, pegar o jeito da sua prova e ainda estruturar seu aprendizado;

#6 Mantenha a positividade em alta – não conheço nenhum pessimista que foi aprovado em um grande concurso ou que conseguiu qualquer grande feito na vida, pense sempre positivo;

#7 Entre pra prova com espírito de campeão – não jogue toda sua preparação pelo ralo na hora da verdade, domine a prova e mostre a que veio, reduza ao máximo suas cobranças internas, respire calmamente.

 

A maioria dos que vão ler este artigo não vão colocar o que escrevi em prática, vão achar que isso não funciona, que é necessário mais detalhes. Mas acredito que você é diferente. Não faça parte desse grupo!

Não apenas leia o que está escrito aqui, comece a colocar em prática, e a partir de agora! Dessa forma você terá muito mais resultados e poderá ser aprovado no concurso da Petrobras ou qualquer outro.

Se você quiser ir além esse artigo é apenas a ponta do iceberg do que ensino no Método Concurseiro100.

Nele você vai aprender de forma mastigada todas as dicas, técnicas e ferramentas para melhorar seu desempenho em provas e antecipar sua aprovação em concursos públicos…

Mesmo que você não se considere um bom aluno ou não tenha experiência em certames.

Eu vou te mostrar o caminho para você seguir os exatos mesmos passos que eu segui para ser aprovado no concurso da Petrobras disputando por 8 vagas contra 5.600 candidatos estudando menos de 3 meses.

Então se você é realizador, acredita em seu sucesso e deseja conquistar sua estabilidade financeira, emocional e mais tempo livre que você merece…tenho certeza que o Concurseiro100 é para você.

 

Agora me diz uma coisa…

Ficou alguma dúvida? Comente abaixo!

Ajude o EC a crescer compartilhando esta página nos botões de redes sociais ao lado ou abaixo! Leva menos de 10 segundos e você vai contribuir com a propagação de um conteúdo de qualidade. :)

Inscreva-se na lista abaixo para receber conteúdos com dicas avançadas e restritas em primeira mão!

Siga firme!

 

Summary
Review Date
Reviewed Item
Como passei no concurso da Petrobras estudando menos de 3 meses
Author Rating
51star1star1star1star1star
  • Marcel Maranhão

    Participe!

  • Matheus

    Excelente Marcel, obrigado por compartilhar sua experiência, positividade sempre !!

    • Engenheiro Concurseiro

      Eu é que agradeço pela participação, Matheus!

      Grande Abraço!

  • Fábio de Melo

    Inspirador…Parabéns!

    • Engenheiro Concurseiro

      Obrigado pelo elogio e pela participação, Fábio!

      Um grande abraço.

  • João

    Marcel, gostaria de tirar algumas dúvidas com você.

    1) Qual é a faixa salarial de um Engenheiro Civil que entra na Petrobrás hoje?
    2) Com relação ao curso de formação, quanto tempo dura? Acontece em qual cidade? É um curso difícil?
    3) Como é a atuação do Eng. Civil na empresa?
    4) A Petrobrás investe muito no Eng. Civil?
    5) E a PL de Engenheiro? Gira em torno de quanto?

    Agradeceria se você pudesse responder aos meus questionamentos.!

    João

    • Engenheiro Concurseiro

      João,

      O salário do eng civil é o mesmo de qualquer outro nível superior da Petrobras e, conforme consta no edital, é R$ 8081,00. Caso você fique longe de sua moradia atual você pode ganhar auxílio moradia subir para algo em torno de 11k, mas isso não é certo.
      O curso de formação pra civil, por enquanto, dura 1 mês, acontece no Rio e não é complicado.
      A partir do momento que você entra na empresa em breve você se torna um engenheiro e não mais engenheiro civil. O leque de possibilidades lá dentro é muito grande. Não há distinção de tratamento para engs civis ou outras engenharias.
      A PL varia de ano para ano, dependendo do desempenho da empresa. O valor você vai descobrir em breve, quando receber a sua primeira! 🙂

      Um grande abraço.

  • Gilmar Odes

    Excelente.
    Onde eu encontro as provas dos concursos passados da Petrobras??
    Parabéns, seu trabalho é muito bom!

  • Diego Terto Martins

    Inspirador Marcel.
    Vou começar a me preparar para o próximo. Alguma dica especial para quem ainda não tem o edital.
    Abraço

  • Ulisses

    Marcel, você sabe me dizer se o melhor salário em concursos para Engenheiro Civil é o da Petrobras? Ou tem algum outro concurso que o salário destoa?
    Estou começando minha preparação para concursos agora em 2016, faltando 1 ano e meio para me formar.
    Desde já agradeço.

    • Engenheiro Concurseiro

      Opa Ulisses,

      Não, há cargos para engenheiro civil na câmara dos deputados e senado. Estes, inicialmente, pagam melhor do que o concurso da Petrobras, mas sinceramente não conheço o plano de carreira e o pacote de benefícios que esse cargo fornece.

      Em contrapartida, o concurso da Petrobras é mais recorrente, também possui um bom salário, um excelente pacote de benefícios e possibilidade de grande crescimento dentro da companhia.

      Procure por colegas que trabalham no senado e questione sobre sua rotina para ver se você se identifica. 🙂

      Grande abraço.

      • Ulisses

        Obrigado pelo rápido retorno, Marcel!

        Na verdade a dúvida é sobre os salários em concursos para Engenheiro Civil, especificamente. Como por exemplo o concurso para Engenheiro Civil da Caixa Econômica Federal.

        Já pesquisei sobre cargos na câmara dos deputados e senado, não me identifiquei nenhum pouco. Meu foco realmente é na Engenharia Civil.

        Excelente site, com excelentes informações!

        Abraço.

        • Iago Nascimento

          Ulisses, o amigo do EC respondeu sua pergunta corretamente. O cargo que paga o melhor salario pra engenheiro civil é o do senado mesmo, o da câmara é um pouco menos. No senado o inicial deve ta em torno de 23 mil bruto, final de carreira deve ta uns 30 mil. Você pode entrar no site da transparência do senado e verificar. E é pra engenheiro civil mesmo, tem cargo de analista pra civil e vários outros ramos. Depois do senado e câmara o que paga bem também é perito da policia federal, pra civil tbm viu, assim como pra outras áreas. Ha cargos pra engenheiro civil também nos tribunais de contas, que pagam bem também. Nesses todos ai o salario e bem maior, em media, q o da Petrobras e da cef.

  • Matheus Silva Jesus

    Marcel, também gostaria de questioná-lo sobre uma coisa.

    Estou na metade do curso de Engenharia Civil o que me aconselha a fazer, inicia essa jornada para os concursos agora ou esperar para depois para o final do curso? Tenho medo de não conseguir conciliar a faculdade e o estudo para o concurso. Desde já grato!!!!

    • Engenheiro Concurseiro

      Oi Matheus, tudo bem?

      Seu foco principal deve ser sua formação, e com qualidade (isso vai te ajudar no futuro).

      No entanto, acho ótima a ideia de, estando decidido a prestar concursos, começar a pegar algumas provas e dar uma estudada em um ritmo mais tranquilo.

      Se você já tem um concurso em mente baixe todas as provas anteriores que conseguir e já comece a ir vendo as questões que mais cai, tente resolvê-las e vá aprendendo aos poucos…

      Quando se formar não tenho dúvidas que estará muito mais preparado que boa parte de seus concorrentes.

      Grande Abraço!

  • Kamila França

    Oi Marcel, acho que caí de paraquedas aqui, kkkk
    Mas ja li uns 5 artigos seus… E estou disposta a me dedicar para isso… Sair de um estagio totalmente nada a ver com a minha area e vou tentar o concurso da marinha, agradeco as dicas e na boa eu colocaria um topico aí, ler sempre um artigo seu antes de comecar a estudar, pq motiva muuuuito! Hahaha!
    Eu estou bem apreensiva com algumas coisas do concurso da marinha, e uma delas é a prova de tradução de texto, se vc tiver algum artigo/material que possa me ajudar em como aprender isso de forma rapida ( tipo 3 meses) ajudaria muitooo… E outra coisa, eu me formo em dezembro, e li no edital que a comprovação sera em março de 2017, acha que dá tempo de conseguir todos os docs?
    Abração!

    • Engenheiro Concurseiro

      Opa Kamila,

      Fico muito feliz em receber uma mensagem como essa. Que bom que você está gostando do EC!

      Sobre o inglês, tudo vai depender do nível que você está.

      Se for bemmm básico recomendo que você comece com o duolingo. É um aplicativo gratuito e muito fácil de se manter uma disciplina diária.

      Caso você já tenha alguma noção e queira aprender de maneira realmente mais rápida eu recomendo o material do Jerry, é um dos cursos digitais mais vendidos e bem avaliados, falo mais sobre ele nesse artigo: http://engenheiroconcurseiro.com/materiais-para-concurseiros/

      Dica: nenhum curso vai ensinar palavras em inglês de termos técnicos de engenharia e tudo mais, para aprender isso você vai precisar praticar sozinha. Uma excelente maneira de fazer isso é pegando provas anteriores, separando essas palavras técnicas e buscando a tradução no tradutor e tudo mais (depois faça um trabalhinho de memorização).

      Dica 2: ter um bom vocabulários de termos não técnico vai te ajudar imensamente, pois muitas vezes você descobre o significado da palavra desconhecida apenas pelo contexto da redação. Por isso, se seu inglês for mais fraco recomendo novamente o duolingo e o inglês do jerry (http://engenheiroconcurseiro.com/materiais-para-concurseiros/).

      Dica 3: quando estiver com um nível bom busque textos na internet em inglês e traduza sozinha como se estivesse na prova. Sem dicionário, sem tradutor, sem consulta. Tente descobrir as palavras desconhecidas pelo contexto. Faça isso também com provas anteriores do concurso da marinha.

      Sobre a segunda pergunta, converse com o pessoal do seu departamento. Eu mesmo fui aprovado na Petrobras e na CEF no último período e antes de me formar. Adiantei meu TCC e conversei com todos os professores para adiantar as minhas provas, colei grau sozinho e peguei meu diploma antes. Com conversa tudo se ajeita. 🙂

      Espero ter ajudado.

      Grande abraço!

  • Dierikalemos0811 Lemos

    Olá Marcel, bom dia.
    Gostaria de parabenizá-lo pelo incentivo que dá a milhares de futuros engenheiros que sonham com a estabilidade de um cargo público, assim como eu.
    Cai de paraquedas no seu blog, e quando li a sua história de superação pessoal, me vi nela rsrs. Enfim, sou aluna do p5 de engenharia de produção, e assim como você, coleciono várias cadeiras pendentes. Quero começar a estudar com foco total após as férias, para o concurso da Marinha 2017. Uma pergunta, você acha viável, eu já ir começando a fazer as provas(2017,2018,2019), com os demais concorrentes, como se já fosse à vera? Ou é melhor ir só resolvendo provas anteriores em casa? Já que minha formação vai atrasar um pouco, por causa das cadeiras que ainda devo.

    • Engenheiro Concurseiro

      Bom dia.

      Obrigado pelas palavras. São um incentivo muito grande para mim.
      Seu principal objetivo deve ser se formar, lembre-se disso, mas isso não significa que você não possa começar a estudar para concursos.
      Vá fazendo algumas provas anteriores em casa, estudando em um ritmo mais tranquilo e faça os concursos que forem abrindo; quando você se formar estará muito mais preparado que muito concorrentes, principalmente se focar apenas em um concurso ou banca.

      Espero ter ajudado.

      Grande abraço!

  • Waltinho

    Olá Marcel. Sou Engenheiro Ciivl e atualmente estou desempregado há cerca de 1 mês. A crise está em toda a parte, aqui no Pará não é diferente. Eu já tinha grande vontade de ser aprovado num concurso, mas não tinha muito tempo de me dedicar, até porque estou com filho pequeno, e isso toma muito tempo, além do trabalho que eu tinha. Com esse desemprego absurdo, estou muito focado em estudar e ser aprovado num concurso e disposto a me dedicar bastante pra isso, então achei este seu blog, e estou começando a lê-lo diariamente para me preparar melhor e futuramente ser aprovado em algum.
    Neste momento estou inscrito em 2 concursos daqui do estado, e terei provas nos próximos meses, então estou utilizando este seu espaço, como um guru para conseguir tal feito. rsrsrsrs
    Claro que estou ansioso por um concurso nacional e de grande valia, apesar de momentaneamente o governo federal ter dito que não abrirá concursos neste e no próximo ano, mas sabemos como as coisas mudam rapidamente, e essa decisão também poderá ser mudada, mas enfim, questões estas que não quero pensar agora, pois poderá desmotivar, e como acabei de ler neste post, devemos sempre manter a motivação em alta!!!
    Então quero que saiba que já está me ajudando muito, e seguirei a ser ativo neste blog! Grande abraço e obrigado por este ótimo blog! Parabéns!!!

    • Engenheiro Concurseiro

      Opa Waltinho, bom dia.

      Fico muito feliz em saber que estou te ajudando.
      Você está certo, aproveite o desemprego para focar bem no estudo para concursos. Um concurso escada é uma boa maneira de reverter rapidamente uma situação financeira.
      Não desanime.
      Siga firme!

      Grande abraço!

  • Valéria Chiamente

    Muito bom artigo! Mais conhecimento para agregar a minha jornada que no momento, estudo para TJPR!

    • Engenheiro Concurseiro

      Opa Valeria,

      Fico feliz em saber que esse conteúdo está te ajudando.

      Grande abraço,
      Marcel Maranhão.

  • Adriano Garcez

    Existe previsão de concurso da Petrobrás para 2017?

    Estou em dúvidas de prestar prova para técnico de operação ou para engenheiro de equipamentos (eletrônica) – sou técnico em automação industrial e formado em engenharia de controle e automação. Não sei se vou no que parece ser mais fácil (técnico) ou se já tento nível superior. Já fiz provas anteriores para nível técnico, mas nunca levei a sério, logo nunca consegui bons resultados.

    Onde posso encontrar informações sobre os concursos anteriores de engenharia, como quantos foram chamados e qual a note de corte?

    E quais os melhores cursos online para o concurso no nível de engenharia? Só acho para nível técnico.

    Valeu.

  • Renata Gonzaga

    Olá MArcelo, gostei muito das suas dicas. Parabens pela sua iniciativa em ajudar aos concurseiros de uma forma diferente!
    Estou começando a estudar par o concurso da Petrobras 2017, vc acha q é uma boa opção começar pelas resoluções de provas e a partir disso estudar os assuntos que eu não souber? Eu sou estudante de Engenharia Química e tem alguns conteúdos que já vi no curso, mas nao sou uma nerd que sabe tudo e lembra de tudo que já viu (rsrsrs)!
    Outra coisa, possuo técnico em operação e produção de petróleo pelo Instituto Federal Baiano, com esse curso posso concorrer a vaga para técnico em operação? Essa duvida é pq ao ler o edital e não encontro esse nome específico de curso no edital, entendi?
    Muito obrigada por sua atenção!

    • Engenheiro Concurseiro

      Oi Renata. Fico feliz em saber que você gostou das dicas.
      Recomendo fortemente que você comece avaliando as provas anteriores da Petrobras para o seu cargo sim, funciona muito bem.
      Sobre o seu curso técnico sinceramente eu não sei responder. Tente entrar em contato com a Petrobras através das informações disponibilizadas nesse link: http://www.petrobras.com.br/pt/quem-somos/carreiras/concursos/

      Grande Abraço!