[AULA 4] As 3 Simples Correções que Vão Melhorar sua Memorização – Estudando MENOS [COMPROVADO]

mais retenção e equilíbrio

Dentre os mais diversos erros que são cometidos por concurseiros durante sua preparação, os três que você verá nessa aula são os que prejudicam a grande maioria deles, e possivelmente também esteja prejudicando você e comprometendo sua aprovação.

Principalmente se você for um concurseiro dedicado.

Há uma razão muito simples para esses três erros serem tão comuns: quando cometidos, trazem a sensação para o estudante de que está tomando decisões acertadas, que está melhorando sua preparação!

Esta é a pior das armadilhas, pois é aquela que você não consegue enxergar que está em problemas.

Pois bem, para acabar com o mistério…Quais são os três erros?

Por incrível que pareça, são eles:

#1 Não dormir bem;

#2 Não praticar exercícios físicos; e

#3 Não se alimentar adequadamente.

 

Talvez você esteja pensando que isso é uma grande besteira, mas a verdade é que simples cuidados para não cometer esses erros farão uma diferença significativa em seu desempenho. Principalmente no que diz respeito a sua capacidade de memorização, que será o benefício foco nessa aula.

Continua duvidando? Não se preocupe. Até o final dessa aula eu te faço mudar de ideia!

Prosseguindo…Diante da imensidão de conteúdos que devemos estudar e fixar para acertar na hora da prova, você sabe bem que ter uma boa memória é um pré-requisito básico para conseguir uma aprovação.

Infelizmente, foi criado um mito que para ser aprovado em concursos públicos é necessário parar de cuidar da própria saúde.  Inclusive, alguns concurseiros chegam ao ponto de se sentir mal quando estão “desperdiçando” um tempo precioso de estudo para cuidar de si próprio.

Nem preciso dizer que isso é uma grande bobagem, não é?

Para citar um exemplo, eu não parei de fazer minhas atividades físicas e de dormir bem enquanto me preparava para o concurso que sempre sonhei. Ainda assim consegui me classificar em quatro concursos e ser convocado para dois deles, sendo um deles talvez o mais difícil e concorrido concurso de engenharia do país.

Tudo isso antes de me formar!

Obviamente, não estou falando isso para me gabar. Estou apenas tentando te mostrar que abdicar de tudo não é o caminho. Não é essencial para a sua aprovação.

Sabemos que isso vai contra a mentalidade de boa parte dos concurseiros, que acreditam que para passar em um concurso é necessário sacrificar noites de sono, por exemplo, para estudar mais (chegando a dormir somente 5 horas por noite).

Mas eu ainda vou te provar que isto é um erro.

Está na hora de você quebrar esse paradigma e entender um pouco mais dos benefícios que o cuidado com o nosso corpo traz para nossa capacidade cognitiva da memorização.

Continue comigo para entender o porquê!

Erro número #1 – Não Dormir Bem

sono nos estudos

Diversos estudos já apontaram que é quando dormimos que armazenamos as milhares de informações que assimilamos durante o dia.

Uma pesquisa realizada na universidade de Lubeck e coordenada pelo alemão Jan Born registrou durante um ano a atividade cerebral de sessenta pessoas enquanto estas dormiam, com o intuito de decifrar como ocorre o processo de armazenamento de informação durante o sono.

Com o auxílio de aparelhos de ressonância magnética os pesquisadores conseguiram detectar com precisão o exato processo de assimilação das informações aprendidas durante o dia.

É durante o sono que a informação que está em nossa cabeça temporariamente se torna uma memória duradoura, ficando claro, daí, a importância de uma noite bem dormida.

Outro estudo realizado em Havard fez testes com voluntários durante seis meses. Como resultado, os pesquisadores perceberam que aqueles que tiveram oito horas seguidas de sono tiveram 44% a mais de lições aprendidas com relação aos voluntários que tiveram menos horas de sono.

Que diferença impressionante!

Há vários outros estudos que poderiam ser citados aqui, mas esse não é o objetivo principal dessa lição, o importante é que você entenda a mensagem: dormir bem é muito importante para gravar em sua mente as informações que você aprendeu durante o dia.

É nesse momento que os arquivos que estavam carregados na sua memória de curto prazo migram para a memória de médio ou longo prazo.

“Ok, mas como sei se estou dormindo bem?”

O bom repouso é aquele que acontece quando você acorda sozinho, sem a necessidade de um despertador. Você sente que recuperou suas energias e se sente apto para começar o dia.

Contudo, se você costuma dormir 10h diariamente, isso pode representar uma perda grande de horas de estudo. Então tenha em mente que dormir entre 7 e 8 horas por dia já é um ótimo número.

Se você dorme apenas 6 horas, mas sente que teve uma ótima noite de sono e que não acordou cansado, tudo bem, não precisa voltar a dormir só para cumprir as 7-8 horas de sono.

O importante é dormir bem.

Uma ótima dica para dormir o tempo ideal é colocar não só um alarme para acordar (se tem compromisso no dia seguinte, como um curso ou trabalho), mas também para dormir.

Aí está o segredo: 99% das vezes dormimos pouco porque estamos errando na hora de dormir.

Você já percebeu isso?

Seja porque estamos estudando além da hora ou porque estamos fazendo atividades improdutivas. Colocando um alarme para despertar cerca de 15 minutos antes da hora de dormir você terá tempo para finalizar suas atividades e se preparar para ir para a cama.

Se você não tem nenhum compromisso no outro dia, melhor. Durma no momento que estiver sentindo que não está rendendo mais, contudo enquanto estiver em estado de fluxo continue estudando. Não ligue para aquele ditado que devemos só devemos dormir pela noite.

Para te ajudar nessa hora, existem alguns cuidados que você deve ter antes de deitar para garantir uma boa noite de sono:

#1 Não coma comidas pesadas ou estimulantes (café, feijoada, energético…);

#2 Faça um pequeno alongamento;

#3 Não assista TV (se já tem esse costume, não assista nada agitado demais);

#4 Garanta um ambiente silencioso e sem iluminação;

#5 Concentre-se na sua respiração para relaxar, respire calmamente;

#6 Esvazie a mente, pense em ambientes tranquilos, como uma praia deserta, por exemplo;

#7 Pratique exercícios físicos durante o dia.

 

Não cuidar da sua noite de sono é o mesmo que jogar fora todo conhecimento que você adquiriu durante o dia (ou a maior parte dele). Tenho certeza que, como concurseiro inteligente que é, você não quer que isso aconteça.

Por isso, acabe com aquele costume de dormir quase nada porque está se preparando para um concurso. Assim você vai dar um passo para trás (e não vai dar nenhum para frente depois). Não fique abalado se seu colega fala que está dormindo só 5 horas por dia para estudar mais, no fundo ele só está se prejudicando.

Corrija esse pequeno erro!

Erro número #2 – Não Praticar Exercícios Físicos 

Atividade físicas e concurso público

A atividade física aeróbica, além de prevenir problemas cardiovasculares (responsável por perdas cognitivas), libera substâncias benéficas ao cérebro.

Problemas cardiovasculares podem causar lesões cerebrais por falta de circulação, principalmente em áreas que influenciam na memória, como o hipocampo e o córtex frontal.

Uma pesquisa realizada no Brasil e citada no site Bem Estar, da Globo, fez um teste com 50 voluntários onde estes eram submetidos a exercícios físicos três vezes por semana.

Como resultado, todos apresentaram, dentre outros benefícios, uma melhora na capacidade de memorização. A responsável pela pesquisa, Hanna Karen Antunes, explica que a atividade física reduz a viscosidade do sangue, acarretando em um aumento do fluxo sanguíneo cerebral, melhorando as capacidades cognitivas.

Outro ponto positivo da prática de exercícios físicos é que estes melhoram a qualidade do sono, e nós já aprendemos no tópico anterior que dormir bem é crucial para a boa memorização.

Aí está a importância de se manter o hábito de fazer atividades físicas mesmo enquanto estuda para um concurso público.

Não pense que se você está fazendo academia ou correndo três vezes por semana, vai colocar a vaidade acima da sua preparação. Você estará, na verdade, trabalhando em prol de sua aprovação, melhorando sua capacidade de retenção e garantindo mais aptidão para continuar estudando.

O sedentarismo potencializa a preguiça e aumenta nossa carga de pensamentos negativos.

Embora você consiga estudar por mais tempo se dormir menos e não praticar atividades físicas, seu rendimento vai ser muito pior. Além disso, este é um efeito progressivo, ou seja, quanto menor os cuidados com o sono e seu corpo ao decorrer dos dias, menos ainda você vai render nos estudos.

Enquanto estudava para meu concurso continuei fazendo academia e aulas de muay thai normalmente. Faltando um mês para a prova passei a fazer apenas o muay thai (ou seja, reduzi, mas continuei com minhas atividades físicas). Somente faltando duas semanas para a prova parei com todas as atividades para intensificar os estudos na reta final.

Cuide do seu corpo para que ele cuide da sua mente para que ela corresponda na hora da sua prova!

Erro número #3 – Não se Alimentar Adequadamente

Dieta e Concursos Públicos

Assim como uma má alimentação prejudica sua produtividade ela também pode afetar sua capacidade de memorização.

Não vou me aprofundar em explicar como cada alimento age para melhorar essa capacidade cognitiva. O importante é saber que devemos nos alimentar bem e que determinados alimentos ajudam no nosso desempenho.

Alimentos com vitamina B, ômega 3 e colina são muito bem vindos em nossa dieta, principalmente para quem está se preparando para um concurso público.

Se for possível, uma boa ideia é procurar um nutricionista que possa te auxiliar quanto a isso. De qualquer forma, listo a seguir alguns alimentos que vão te ajudar a melhorar sua capacidade de memorização: ovo, salmão, quinoa, morango, carne de fígado, alface e maçã.

Inclua esses alimentos na sua rotina.

O ovo, por exemplo, é um dos alimentos mais importantes para melhorar nossas capacidades cognitivas, principalmente a memória. Além disso, é um alimento barato. O simples fato de consumi-lo, por incrível que pareça, vai ajudar na sua preparação.

Conclusão 

Retenção

Vamos quebrar o paradigma de que quem quer passar em concurso tem que se matar de estudar a ponto de não poder ter uma boa noite de sono, praticar exercícios físicos regularmente e ter uma boa alimentação.

Esse talvez seja o perfil de quem não passa em concursos públicos. Aquela pessoa que você conhece que só fala com você para se queixar do quanto está se sacrificando, que a maratona é muito cansativa, que dá vontade de desistir e só te traz energia negativa.

Você deve pensar que ao dormir 8 horas por dia ou interromper os estudos por 1 hora para se exercitar você vai estar se ajudando.

Corrija estes três erros cometidos pela grande maioria dos candidatos para sair na frente na competição pela vaga. Dessa forma você vai até estudar um pouco menos, mas seu rendimento vai ser muito maior do que antes!

Atividades Propostas 

Atividades

Agora você vai tomar as seguintes ações durante as próximas três semanas:

#1 Coloque um alarme para dormir (se você tiver compromisso no outro dia) e tente repousar algo entre 7 ou 8 horas diariamente;

#2 Pratique exercícios aeróbicos (corridinha no parque, esteira, caminhada em volta do bairro…) apenas 3 vezes por semana e por somente uma hora;

#3 Inclua um ovo cozido no seu café da manhã e coma uma maçã antes de dormir.

 

Realize as tarefas e continue com seus estudos. Após três semanas comprove a melhora no seu desempenho e deixe um comentário abaixo falando sobre a sua experiência!

Eu vou ficar feliz em saber que isso te ajudou.

 

Chegamos ao final da nossa penúltima aula.

Durante estas 4 lições você já aprendeu muita coisa que você não encontraria em nenhum material gratuito.

Então aproveite e aplique tudo que foi visto para que você possa se aproximar do seu sonho da aprovação.

Não deixe de participar nos comentários abaixo. Sua participação é muito importante.

Separei para nossa última aula um super artigo com os 10 erros decisivos cometidos pelos candidatos a concursos públicos.

Tenho certeza que você comete pelo menos um deles.

Se você não quer colocar sua aprovação em cheque cometendo algumas falhas determinantes não perca a próxima aula, pois considero ela a melhor de todas!

 

Um Grande Abraço.

 


Continue avançando…

[Aula 1] Como Estudar Para Concurso – 7 Dicas Simples de Quem Já Foi Aprovado

[Aula 2] Como um Simples Tomate Pode Duplicar sua Produtividade Hoje Mesmo!

[Aula 3] Os 2 Vilões que Estão Acabando com sua Concentração nos Estudos Todos os Dias

[Aula 4] As 3 Simples Correções que Vão Melhorar sua Memorização – Estudando MENOS [COMPROVADO]

[Aula 5] Qual desses 10 Erros Decisivos Você Está Cometendo ao se Preparar para seu Concurso?